ecalculos.com.br - Assistente de cálculos online
 
 

Como calcular uma rescisão

Como calcular uma rescisão trabalhista

Hoje iremos aprender como elaborar e calcular uma rescisão do contrato de trabalho. O primeiro passo a ser dado será descobrir qual o motivo da rescisão do funcionário, pois as verbas a serem calculadas na rescisão dependerão da causa do afastamento. Existem várias causas de afastamento do funcionário, ou seja, de sua rescisão contratual do trabalho.

Causas de afastamento mais comuns:

Dispensa sem justa causa.
Dispensa a pedido do funcionário.
Término do contrato experiência.
Dispensa por justa causa.
Rescisão antecipada do contrato de experiência por iniciativa do empregador.
Rescisão antecipada do contrato de experiência por iniciativa do funcionário.
Por falecimento do funcionário.

Programas e aplicativos para cálculo da rescisão do contrato de trabalho:

Na internet é comum encontrarmos diversos aplicativos que realizam cálculos de rescisão contratual do trabalho, alguns aplicativos fazem cálculos mais simples e outros mais completos. Mesmo utilizando esses programas que fazem os cálculos de forma automática, é importante o usuário está sempre informado para que ele possa conferir e eventualmente corrigir tais valores calculados. Caso você necessite de algum programa para fazer o cálculo de rescisão contratual do trabalho segue alguns links:

Cálculo rescisão contratual - mais simples - www.calculorescisao.com.br
Cálculo rescisão contratual - mais completo - www.ecalculos.com.br

Leia mais...
 

Cálculo trabalhista passo a passo

Passo a passo para fazer cálculo trabalhista.

 

Hoje iremos fazer o passo a passo de um cálculo trabalhista na liquidação de sentença. Antes de começarmos, vamos colher todos os dados necessários para a realização de nosso cálculo trabalhista.

Neste cálculo vamos chamar a empresa de Empresa X LTDA e o funcionário de Funcionário Y Santos. O funcionário foi admitido na empresa em 18/03/2010, com o salário fixado em R$ 800,00 para trabalhar de segunda a sexta no horário compreendido entre as 08:00 e 18:00 com intervalo de 02:00 para almoço. O funcionário foi demitido sem justa causa em 25/02/2013.

A sentença determinou o pagamento das seguintes verbas rescisórias:

1 - 12:00 horas extras por cada mês trabalhado e reflexos no 13º salário, férias, DSR e aviso.
2 – Todos os feriados exceto natal e ano novo bem como os reflexos no 13º, férias e aviso.
3 – Férias de todo o período trabalhado.
4 – 13º Salário de todo período trabalhado.
5 – FGTS não depositado e 40% de multa.
6 – Multa Art. 477 CLT – Atraso no pagamento do acerto rescisório.
7 – Aviso prévio.

Leia mais...
 

Nova rescisão do contrato trabalho a partir de 01/02/2013

O novo modelo de rescisão do contrato de trabalhoo será obrigatório a partir de 01/02/2013

Todas as rescisões de contrato de trabalho deverão utilizar o novo modelo de documento instituído pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) a partir de 1º de fevereiro de 2013.

O TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho) deveria passar a valer em novembro do ano passado, mas a obrigatoriedade foi adiada pelo ministério para este ano.

Junto com o novo termo deverão ser utilizados o Termo de Quitação (para as rescisões de contrato de trabalho com menos de um ano de serviço) ou o Termo de Homologação (para as rescisões com mais de um ano de serviço).

Leia mais...
 

As empresas que mais "frequentam" a Justiça do Trabalho

As empresas que mais "frequentam" a Justiça do Trabalho

Caixa Econômica Federal encabeça a lista; confira os outros nomes que marcam presença nos processos trabalhistas

São Paulo - A Caixa Econômica Federal é a companhia que mais aparece na Justiça do Trabalho. A conclusão é de um estudo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com base em dados de 1º de janeiro a 31 de outubro de 2011.

Ainda que encabece o ranking das empresas seguida pela Petrobras e pelos Correios, a CEF reponde por apenas 0,64% do total de processos analisados no período. De acordo com o CNJ, a concentração é menor na Justiça do Trabalho: os 100 nomes que aparecem na lista estão envolvidos em apenas 12% do total de processos. Para se ter uma ideia, esse percentual é de 91% na Justiça Federal.

Leia mais...
 

Como calcular correção monetária

Com dinheiro não se brinca, ao avaliar o seu valor não se deve levar em conta apenas aquilo que pode comprar naquele intervalo de tempo isolado, mas a diferença do que ele podia comprar no passado subtraída do que pode comprar no presente (ou adicionada se for o caso). Para ficar mais fácil de entender ilustramos com o exemplo a seguir: se em 1997 era possível comprar uma passagem de avião para determinado local com 100 reais, quanto de dinheiro em reais seria equivalente à 1 real de 1997 agora que a mesma passagem custa 150 reais por exemplo?

É claro que se trata de um exemplo basicamente ilustrativo e não leva em conta nenhum índice monetário oficial, até porque tal comparação normalmente é feita com valores de referência para a economia internacional, como o dólar ou o euro. A intenção aqui é mostrar que o valor do dinheiro não é estático 100 reais investidos há dez anos, mesmo sem juros, não serão os mesmos 100 reais atuais, uma vez que com o passar do tempo o poder de compra de uma unidade monetária tende a diminuir sendo necessária uma maior quantia desta para manter este mesmo poder.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 Próximo > Fim >>

Página 1 de 3

 

Copyright © 2011 Joomla RJ - ecalculos.com.br. Todos os direitos reservados.
Para cálculos online acesse: www.ecalculos.com.br